INDAIAL
 

A colonização de Indaial iniciou em 1859/1860 com a vinda dos primeiros imigrantes alemães. A partir de 1875 vieram os imigrantes italianos, e em 1878 chegaram os primeiros poloneses. Em 21 de março de 1934 foi instalado oficialmente o Município de Indaial, desmembrando-se de Blumenau.

 

O nome Indaial provem da Palmeira Indaiá, uma espécie de coqueiro que havia em abundância em um local utilizado como descanso para tropeiros, que antigamente seguiam em direção ao litoral do estado. Além da Palmeira Indaiá, a cidade atualmente é reconhecida por outros símbolos como a Ponte dos Arcos e a Saíra-Sete-Cores.

 

Indaial ainda preserva a alegria e as tradições trazidas pelos imigrantes como as danças folclóricas, o terno de reis, os bailes e os clubes de caça e tiro. Além das tradições, a cidade busca o novo, o crescimento e as mudanças. Para isso, o município incentiva a vinda de indústrias que geram empregos, qualifica as condições das vias para um trânsito mais seguro e qualifica seus estudantes para que sejam adultos promissores.

 

Com 63.489 mil habitantes (IBGE, 2015) está situada no Médio Vale do Itajaí e faz limite territorial com as cidades de: Blumenau, Pomerode, Timbó, Botuverá, Apiúna, Ascurra e Rodeio e dista a 160 km da capital do estado, Florianópolis.

 

No que se refere ao turismo, Indaial faz parte da região turística do Vale Europeu e do Consórcio Intermunicipal de Turismo do Médio Vale do Itajaí (Cimvi) com outros oito municípios, que juntos possuem estratégias de promoção e divulgação da região como: roteiros integrados de Cicloturismo e Mochileiros.